Pé Diabético

O paciente diabético pode ter diversas alterações nos pés devido aos níveis elevados de glicose no sangue. O excesso de glicose se deposita em ossos, nervos, pele e vasos causando respectivamente deformidades, dormência, coloração parda e alteração na microcirculação. A abordagem do pé diabético deve ser multidisciplinar, ou seja, várias especialidades médicas (ortopedia, neurologia, endocrinologia, dermatologia e cirurgia vascular) para um melhor seguimento evitando assim complicações como feridas.